SPFW- Quarto Dia

Compartilhe:

Quem iniciou os trabalhos no quarto dia de SPFW foi Alexandre Herchcovitch, e novamente viu-se muitas listras em preto e branco (realmente o preto e branco invadiu essa edição da SPFW), mas voltando ao Herchcovitch, sua coleção foi delicada e feminina  modelagem era bem próxima ao corpo, os comprimentos eram basicamente o midi, como inspiração Herchcovitch usou coleções antigas suas para criar o verão 2014 da marca. O destaque do desfile vai para a beleza do desfile assinada por Celso Kamura. Cabelos e makes lindíssimos.

 

A Amapô trouxe sua interpretação sobre “sereias e piratas” para a passarela, muita estamparia digital e recortes estratégicos. No feminino efeito de transparências proporcionadas por rendas sem foro, no masculino a modelagem ampla predominou, o preto e branco também apareceu,  de uma forma mais discreta.

 

Os anos 90 era uma influência notável na coleção de Juliana Jabour, que trouxe para a passarela uma mulher com silueta alongada e bem definida, formas bem limpas deram um ar descolado e esportivo a coleção.

 

A Osklen mais uma vez mostrou um jovem despojado/sofisticado na passarela. Entre suas inspirações para criar a coleção estavam as “pedras preciosas e as festas”. Muita sobreposição e recortes inusitados tudo muito bem executado. O mix de texturas também foi algo que me chamou bastante atenção, seda, couro de salmão, linho plástico e algodão foram alguns dos materiais usados.

 

Eu sempre aguardo ansiosa pelo desfile de Samuel Cirnansck, sou muito fã do trabalho dele, acho que ele traz os vestidos de festa a um patamar quase “Oscar”, mas com uma interpretação muito particular e é justamente isso que me encanta em suas criações. Dessa vez Samuel Cirnansck se inspirou nas Flores, o que se viu foi uma cintura bem marcada, recortes estratégicos, bordados ricos e camadas e mais camadas de tecido. Na primeira faze do desfile se viu peças com silhueta bem ajustada ao corpo representando os botões (pra mim o ponto alto do desfile) em uma segunda parte as peças se “desabrocharam” e ganharam silhuetas volumosas e amplas. Destaque também para a Beleza do desfile feita por Celso Kamura, que assim como no desfile de Herchcovitch estava tudo impecável.

 

A Colcci como sempre trouxe um Casting bem estrelado para a passarela, como Erin Heatherton (angel da Victoria’s Secret), Aline Weber, o ator bonitão Paul Walker e a top Izabel Goular. Com modelagem bem solta e peças leves, acho que a colcci realmente achou o caminho, e sabe mesclar muito bem e estilo comercial da marca sem deixar o conceitual totalmente de lado. Um ponto alto do desfile foram as estampas de poas, principalmente nos looks masculinos.

 

This entry was posted in Semana de moda. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *